Curiosidade: Cartografia

 

Durante anos, devido a falta de um método prático para se determinar a longitude, grandes capitães, como: Vasco da Gama a Vasco Nuñez de Balboa, de Fernão de Magalhães a sir Francis Drake se perderam em algum momento das suas viagens no mar, apesar de estarem munidos dos melhores mapas e bússolas disponíveis na época.

 

 A procura de uma solução para o problema da longitude persistiu durante quatro séculos e por todo o continente europeu. Astrônomos de renome abordaram o desafio da longitude: Galileu Galilei, Jean Dominique Cassini, Christian Huygens, sir lsaac Newton e Edmond Halley.

 

 

 O Parlamento Inglês, no seu famoso Longitude Áct (Lei da Longitude) de 1714, ofereceu a mais alta remuneração de todas, determinando um prêmio por uma maneira prática e útil para se determinar a longitude. Em 1773, John Harrison inventou e construiu o primeiro relógio marítimo de alta precisão que permitiu descobrir medir a longitude no mar – algo que desafiou as mentes mais brilhantes do mundo durante 300 anos da história da humanidade. Este relojoeiro inglês John Harrison, um gênio da mecânica pioneiro na ciência do relógio de precisão portátil, devotou a sua vida a essa saga. Harrison realizou aquilo que Newton achava ser impossível: inventar um relógio que podia registrar a hora verdadeira desde o porto de partida, como urna chama eterna, até qualquer ponto remoto do mundo.

Fonte: http://www.dec.ufcg.edu.br

 

 

Dicas de leitura:

 

1) O Prêmio da Longitude – Joan Dash. Editora: Cia das Letras

 

 

2) Longitude – A verdadeira história e um gênio solitário que resolveu o  maior  problema científico do século XVIII – Dava Sobel Editora: Ediouro.

 

 

Copyright 2022 - STI - Todos os direitos reservados

Skip to content